Navios alemães no Porto de Luanda
Os governos de Angola e da Alemanha reafirmaram dia 20 de Fevereiro, em Luanda, a intenção de coordenarem estratégias de combate à pirataria marítima no Golfo da Guiné para ajudarem a estabelecer um clima de paz e segurança nesta região de África.

O assunto foi avaliado durante o encontro que o ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, teve nesse mesmo dia com o embaixador da Alemanha em Angola, Rainer Muller, na sede do Ministério da Defesa Nacional.
Em declarações à imprensa, no final do encontro, de cerca de uma hora, o embaixador alemão anunciou que, no âmbito do plano comum de combate à pirataria na região do Golfo da Guiné, atracam este sábado, dia 21, no Porto de Luanda, três navios da Marinha alemã.
 
A estadia dos navios, até 24 de Fevereiro, em Luanda, vai ser  aproveitada pelo efectivo da Marinhade Guerra de Angola para trocar experiências. Rainer Muller indicou que a vinda a Angola dos três navios é o primeiro passo para o fortalecimento da cooperação entre as duas marinhas e sublinhou a  importância que os dois Estados atribuem à manutenção da segurança marítima na região do Golfo da Guiné.
“Angola é um país banhado pelo Atlântico, enquanto a Alemanha exporta quase metade da sua produção nacional através deste oceano”, sublinhou o embaixador, acrescentando que este é um dos principais motivos que  leva os dois países a primarem pelo reforço da cooperação militar como forma de garantir a segurança das vias marítimas no Oceano Atlântico.   O embaixador alemão salientou ainda que a vinda dos navios foi decidida durante a visita do ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, à Alemanha, em Novembro do ano passado, altura em que o comando da Marinha daquele país europeu prometeu fortalecer a cooperação com a sua congénere angolana.
“Angola é um parceiro importante, influente e poderoso. Por isso, estamos orgulhosos em iniciar a cooperação bilateral no domínio da defesa”, disse o embaixador, que reafirmou a disponibilidade da Alemanha para cooperar com Angola e promover a paz e a segurança ao longo da região marítima do Atlântico.

Adidos recebem informações

Os adidos militares estrangeiros colocados em Angola receberam dia 20, em Luanda, informações sobre a organização e funcionamento da Inspecção Geral da Defesa Nacional, durante uma palestra organizada pela direcção de relações internacionais do Ministério da Defesa.  O coronel Francisco Longa, orador na palestra, disse que o Ministério da Defesa Nacional precisa de passar a mensagem de que as FAA estão organizadas e a gestão da coisa pública tem um interesse do Estado. “O objectivo foi exactamente informar ao vasto auditório internacional representado pela chefia militar de vários países que a gestão em Angola é feita com rigor pautada por lei e normas”, expressou.

A Inspecção Geral de Defesa Nacional é um órgão encarregado de auxiliar o ministro da Defesa Nacional nas questões relativas ao controlo e fiscalização dos recursos humanos, materiais e financeiros postos à disposição pelo Estado para as Forças Armadas Angolanas (FAA).

O coronel Francisco Longa lembrou que o inspector não é um polícia, mas aquele que coopera para a correcta gestão dos recursos públicos. “Primamos por uma acção pedagógica”, disse, para acrescentar que a Inspecção Geral faz o levantamentodo risco, propõe determinada inspecção e constata se estão a ser cumpridas ou não as normas, directivas e ordens. O prelector realçou que o interesse das autoridades angolanas é que os adidos militares, como representantes oficiais dos ministros da Defesa dos seus países, formulem, promovam e façam as propostas para a cooperação.

O adido militar da Federação Russa em Angola, coronel Nicolay Rulchuk, salientou que o tema foi do interesse dos diplomatas. “Nalgumas forças armadas, as funções de Inspector Geral de Defesa são partilhadas por departamentos diferentes, mas o princípio é igual para todos, porque desempenha um papel importante no asseguramento do funcionamento normal das forças armadas”, afirmou Rulchuk.

fonte

 



Data: 2015-02-22

EPL NET

Newsletter

Código de Ética

Logo do PDF

Breves

  • Toneladas de bombó à espera de escoamento

    Mais de 50 toneladas de produtos diversos, com realce para o bombó, aguardam por escoamento, na comuna de Ngola Luije, que dista a sensivelmente 37 quilómetros a Norte da cidade de Malanje
    Ler mais...
  • Ébola causa cerca de dois mil mortos

    A Organização Mundial de Saúde (OMS) informou que o surto de ébola na República Democrática do Congo (RDC), que dura há mais de um ano, está a aproximar-se do marco histórico de dois mil mortos
    Ler mais...
  • Grupo reclama participação no diálogo no seio da FNLA

    Membros da ala da FNLA que protagonizou a impugnação do II Congresso Extraordinário do partido, realizado em Junho do ano passado, na cidade do Huambo, queixam-se de terem sido excluídos de um diálogo que o presidente Lucas Ngonda está a promover para a unificação do partido
    Ler mais...
  • Listas dos candidatos às bolsas de mérito são divulgadas amanhã

    Os resultados da prova de conhecimentos para candidaturas às Bolsas de Mérito serão divulgados amanhã, dia 26 de Agosto, no portal do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudo (IGNABE) e no portal www
    Ler mais...
  • Angola e Congo Democrático definem primazia no Grupo A

    Igualadas a seis pontos, Angola e Congo Democrático discutem hoje, a partir das 16h00, a liderança do Grupo A, em partida referente à quarta e última jornada de andebol sénior feminino dos 12º Jogos Africanos, no Pavilhão ?Mohamed V?, Casablanca
    Ler mais...
  • Nigéria e Camarões repatriam vítimas do Boko Haram

    A Nigéria e os Camarões iniciaram, com apoio do Alto- Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), um processo para o repatriamento voluntário de deslocados provocado pelo grupo Boko Haram, anunciou sexta-feira a agência da ONU
    Ler mais...
  • Ministro abre a segunda fase da prova de vida de ex-militares

    O ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, João Ernesto dos Santos ?Liberdade?, procede amanhã, em Malanje, à abertura da segunda fase do recadastramento e prova de vida de ex-militares, deficientes de guerra e órfãos ou familiares directos
    Ler mais...
  • Presidente aborda no Japão transformação económica em Angola

    O Chefe de Estado, João Lourenço, apresenta, na quarta-feira, à Conferência Internacional de Tóquio sobre o Desenvolvimento de África (TICAD, sigla inglesa), em Yokohama (Japão), os desafios do país durante uma intervenção no painel ?Acelerar a Transformação Económica e Melhorar o Ambiente de Negócios Através da Inovação e Envolvimento do Sector Privado?
    Ler mais...
  • Trabalhadores da morgue de Cacuaco sem salários há 17 meses

    Por falta de salários, há 17 meses, 31 trabalhadores da morgue do Hospital Municipal de Cacuaco ameaçam paralisar todas as actividades, caso não seja resolvida a situação, que se arrasta desde Abril de 2018, soube o Jornal de Angola de fonte da instituição
    Ler mais...
  • Manifestantes voltaram hoje às ruas de Hong Kong

    Centenas de manifestantes pró-democracia reuniram-se hoje num estádio, debaixo de chuva, e começaram a desfilar pelas ruas de Hong Kong, onde outros ajuntamentos se preparavam, após dez dias de acalmia
    Ler mais...

Multimédia

Porto de Luanda - 70 Anos

70 Anos do Porto de Luanda
VII Congresso da APLOP

RÁDIOS
Porto de Luanda recebe o maior navio de sempre na sua história
Porto de Luanda ganha novos equipamentos
Welcome to Angola
MARÉS
saber mais
LONGITUDE: 8º 45 S
LATITUDE: 13º 14 E


Publicidade
Todos os direitos reservados © 2015 Porto de Luanda
Plataforma de Gestão de Conteúdos Astrolábio

Porto de Luanda E.P
Largo 4 de Fevereiro
CX Postal 1224-C1-Angolaredes sociais